A Quimica Orgânica

A quimica orgânica ajuda-nos a entender as estruturas e as propriedades das moleculas formadas por cadeias carbônicas.

A quimica orgânica recebeu inicialmente esse nome para descrever substâncias extraidas de organismos vivos. Acredita-se que elas só podiam ser produzidas em organismos vegetais e animais, mais nunca em laboratório.

Entretanto provou-se que o homem conseguia sim sintetizar compostos orgânicos em laboratório, e então a definição de Quimica Orgânica mudou para:

"Ramo da Quimica que estuda a maioria dos compostos formados pelo elemento carbono".

Visto que o carbono é tetravalente, podendo realizar quatro ligações de diferentes maneiras, com átomos de outros elementos ou com átomos do próprio carbono, existem milhões de seus compostos. Uma quantidade muito superior do que a de compostos inorgânicos conhecidos atualmente.

Tais compostos são agrupados em diferentes funções que apresentam propriedades quimicas semelhantes, tais como os hidrocarbonetos, os álcoois, as cetonas, os aldeídos, os ácidos carboxílicos, os ésteres, as aminas, as amidas, entre outros.

 

Caracteristicas do composto de carbono: O carbono é o elemento básico para o estudo da quimica orgânica. Localizado no grupo 14 (familia IVA) , o carbono possui seis elétrons, sendo quatro destes localizados em sua camada de valência. Desta forma, o carbono, tetravalente, realiza quatro ligações covalentes para adiquirir sua estabilidade quimica. Pode-se ligar com outros átomos de carbono, encandeando-se, para formar tipos inumeros de cadeias. O átomo de carbono se liga a hidrogênio e, a outros elementos comuns em compostos orgânicos como o oxigênio (O), nitrogênio (N), enxofre (S), halogênios (CI, Br, F, I), etc.

O carbono forma estruturas tetraédricas. Nestas estruturas, o átomo de carbono localiza-se no centro de tetraedros regualares e seus ligantes ocupam os vértices. As ligações formam, entre si, ângulos de 109,5°, como ilustrado acima. Esta é a angulação mais estável para estruturas contendo carbono. Em cadeias cíclicas, as ligações entre carbonos apresentam ângulos inferiores a 109°5, o que a tornam mais fracas.

Ainda não há nenhum videoclipe

Composto e classificação do carbono

O diamante é constituido exclusivamente por átomos de carbono, não sendo um composto orgânico.

A quimica orgãnica é um ramo da quimica que estuda a estrutura, as propriedades, as composições, as reações e a sintese de compostos orgânicos

Os compostos ou moléculas orgãnicas são substâncias quimicas que contem na sua estrtutuura, carbono e hidrogênio, e muitas vezes com oxigênio, azoto, enxofre, fósforo, boro, alogênios e outros.

Não são moléculas orgânicas: os carbetos, carbonatos, bicarbonatos, cianetos, óxidos de carbono, assim como o carbono ou grafite, o diamante e o fulereno

As moléculas orgânicas podem ser:

  • Moléculas orgânicas naturais: São as sintetizadas pelos seres vivos, denominadas biomoléculas, que são estudadas pela bioquímica.

  • Moléculas orgânicas artificiais: São substâncias que não existem na natureza e têm sido fabricadas pelo homem, como os plásticos. A maioria dos compostos orgânicos puros são produzidos artificialmente.

A linha que divide as moléculas orgânicas das inorgânicas tem originado polémicas e historicamente tem sido arbitrária, porém, geralmente os compostos orgânicos apresentam o carbono ligado ao hidrogénio, e os compostos inorgânicos não.

Portanto, todas as moléculas orgânicas contêm carbono, porém nem todas as moléculas que tem carbono, são moléculas orgânicas.

A etimologia da palavra "orgânico" aponta a sua origem para a palavra grega Organikos, “relativo ou pertencente a um órgão”, ou seja, relacionado com a vida, em oposição ao inorgânico que teria o significado de tudo o que carece de vida.

para os quimicos antigos, as substâncias orgânicas eram provenientes de fontes animais ou vegetais, e as substâncias inorgânicas seriam aquelas de procedência mineral. Durante muitos anos acreditava-se que entre a química orgânica e a química inorgância existia uma barreira intransponível. No princípio do século XIX, o químico alemão Friedrich A. Wöhler conseguiu sintetizar a uréia, um produto orgânico, a partir de substâncias inorgânicas (o cianato de amónio), comprovando que tal divisão era totalmente artificial, algo que é completamente evidente na química moderna.

Atualmente, o termo "orgânico" está sendo distorcido e utilizado de forma indevida para se referir a alimentos não industrializados (naturais) ou produtos biodegradáveis. Porém, existem diversos exemplos de produtos orgânicos que não são sequer comestíveis e nem mesmo biodegradáveis.

 

Petróleo

O petróleo é um líquido oleoso, cuja cor varia segundo a origem, oscilando do negro ao âmbar. É encontrado no subsolo, em profundidade

Surgimento do petróleo

 

 

Há inúmeras teorias sobre o surgimento do petróleo, porém, a mais aceita é que ele surgiu através de restos orgânicos de animais e vegetais depositados no fundo de lagos e mares sofrendo transformações químicas ao longo de milhares de anos. Substância inflamável possui estado físico oleoso e com densidade menor do que a água. Sua composição química é a combinação de moléculas de carbono e hidrogênio (hidrocarbonetos).

 

Uso e derivados

 

Além de gerar a gasolina, que serve de combustível para grande parte dos automóveis que circulam no mundo, vários produtos são derivados do petróleo como, por exemplo, a parafina, gás natural, GLP, produtos asfálticos, nafta petroquímica, querosene, solventes, óleos combustíveis, óleos lubrificantes, óleo diesel e combustível de aviação.

 

Primeiro poço da história 

 

 

O primeiro poço de petróleo foi descoberto nos Estados Unidos – Pensilvânia – no ano de 1859. Ele foi encontrado em uma região de pequena profundidade (21m). Ao contrário das escavações de hoje, que ultrapassam os 6.000 metros. O maior produtor e consumidor mundial são os Estados Unidos; por esta razão, necessitam importar cada vez mais. 

 

 Maiores países produtores de petróleo

 

Os países que possuem maior número de poços de petróleo estão localizados no Oriente Médio, e, por sua vez, são os maiores exportadores mundiais. Os Estados Unidos da América, Rússia, Irã, Arábia Saudita, Venezuela, Kuwait, Líbia, Iraque, Nigéria e Canadá, Cazaquistão, China e Emirados Árabes Unidos são considerados os maiores produtores mundiais. 

 

 Petróleo no Brasil 

 

 

No Brasil, a primeira sondagem foi realizada em São Paulo, entre 1892-1896, por Eugênio Ferreira de Camargo, quando ele fez a primeira perfuração na profundidade de 488 metros; contudo, o poço jorrou somente água sulfurosa. Foi somente no ano de 1939 que foi descoberto o óleo de Lobato na Bahia. 

 

A Petrobras foi criada, em 1954, com o objetivo de monopolizar a exploração do petróleo no Brasil. A partir daí muitos poços foram perfurados. Atualmente, a Petrobras está entre as maiores empresas petrolíferas do mundo.

O petróleo é uma das principais commodites minerais produzidas pelo Brasil.

 Tipos de petróleo:

 

 

- Petróleo Brent: petróleo produzido na região do Mar do Norte, provenientes dos sistemas de exploração petrolífera de Brent e Ninian. É o petróleo na sua forma bruta (crú) sem passar pelo sistema de refino.

 

- Petróleo Light: petróleo leve, sem impurezas, que já passou pelo sistema de refino.

 

- Petróleo Naftênico: petróleo com grande quantidade de hidrocarbonetos naftênicos.

 

- Petróleo Parafínico: petróleo com grande concentração de hidrocarbonetos parafínicos.

 

- Petróleo Aromático: com grande concentração de hidrocarbonetos aromáticos.

 

Petróleo e riscos ao meio ambiente

 

 

Por se tratar de um produto com alto risco de contaminação, o petróleo provoca graves danos ao meio ambiente quando entra em contato com as águas de oceanos e mares ou com a superfície do solo. Vários acidentes ambientais envolvendo vazamento de petróleo (seja de plataformas ou navios cargueiros) já ocorreram nas últimas décadas. Quando ocorre no oceano, as consequências ambientais são drásticas, pois afeta os ecossistemas litorâneos, provocando grande quantidade de mortes entre peixes e outros animais marítimos. Nem sempre as medidas de limpeza conseguem minimizar o problema. 

 

Você sabia?

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


Ao sofrer decomposição no fundo dos oceanos sob alta temperatura e pressão, o fitoplâncton se transforma em petróleo. Porém, este processo pode durar muitos anos.

 

No final do século XIX, com a invenção do automóvel com motor de combustão interna, o petróleo passou a ser uma das principais fontes de energia do mundo. 

 

 É comemorado em 29 de setembro o Dia do Petróleo. E 28 de dezembro é o Dia do Petroquímico (profissional que atua na indústria de produção de derivados de petróleo).